top of page

Regras da Anbima dão mais transparência ao mercado de 'finfluencers'

Fonte: Consultor Jurídico

 

As regras da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) para o mercado de influenciadores de finanças que atuam na internet, os “finfluencers”, devem aumentar a transparência desse mercado e amparar possíveis ações judiciais de responsabilização civil por abusos cometidos. Essa é a opinião de especialistas em Direito Digital consultados pela revista eletrônica Consultor Jurídico.


O volume de dinheiro investido por pessoas físicas no Brasil chegou a R$ 5 trilhões em 2022 conforme dados da Anbima. Boa parte desses investidores individuais costuma decidir onde coloca o seu dinheiro levando em consideração a opinião de finfluencers.


Ao todo, os influenciadores de finanças se comunicam com uma base de 74 milhões de seguidores em plataformas como Twitter, Instagram, Facebook e YouTube.


E para tentar dar transparência a esse mercado de influência, a Anbima criou uma série de regras que passaram a valer nesta segunda-feira (13/11). Conforme a normativa, os finfluencers terão que deixar claro quando a dica de investimento se trata de publicidade de algum produto financeiro. O regramento também disciplina a forma de contratação desses influenciadores pelas instituições financeiras.


Para especialistas em Direito Digital, a regulamentação da Anbima deve elevar a transparência do mercado e aumentar a proteção a investidores.

[...]


Bruno Guerra de Azevedo, sócio do SGMP, destaca a dificuldade de fiscalização da norma. “Não é suficiente [regras da Anbima] para sanar os problemas enfrentados pelos influencers, investidores e nem pelas empresas de investimento. Irá causar mais confusão e não será suficiente para atingir o objetivo. A arquitetura das redes sociais e da internet em si impede uma fiscalização de eventuais violações à norma”, prevê.


Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

 

Bruno Guerra de Azevedo é sócio do SGMP+ Advogados.

5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page